Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

3.988.200 euros

por Fernando Lopes, 5 Abr 12

 

É o valor que Duarte Lima ficou a dever ao BPN e que o Ministério Público encontrou no banco suíço UBS. Apenas a ponta do icebergue do negócio que permitiu o enriquecimento doloso da tralha cavaquista, o próprio incluído. O advogado foi apanhado, mais de 5 mil milhões de euros foram dados como desaparecidos e a factura distribuída pelos contribuintes portugueses. Crime sem culpado, o BPN, saneado financeiramente, é entregue a Mira Amaral, teste de ferro dos angolanos. Duarte Lima, filho de uma peixeira e padecendo de cobiça incontrolável, é o bode expiatório conveniente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Anónimo

    Que será feito do gerente desta coisa?Filipe em es...

  • Henedina

    Bom ano Fernando. Beijinho

  • Alice Alfazema

    Olá Fernando!Passei para te desejar um Feliz Natal...

  • alexandra g.

    Mexe-te, há um monte de coletes blogueiros à tua e...

subscrever feeds