Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Its the end of the world as we know it

por Fernando Lopes, 16 Ago 11

Olho os jornais. A Alemanha estagnou no crescimento do PIB. Qual Nostradamus de trazer por casa, caso a inércia Merkel/Sarkozy se mantenha, prevejo Mercedes e BMWs a preços de saldo, submarinos de água doce sem comprador, maquinaria pesada a fazer stock nos parques industriais. A  chanceler nunca compreendeu que os países ricos não são uma ilha, e que sem consumidores não há produtores que resistam. Não é preciso ser economista, basta ter bom senso para se perceber que o capitalismo entrou num ciclo autofágico. Ler Roubini a citar Marx ou Buffett a pedir um aumento de impostos para os super-ricos é um sinal de mudança dos tempos. O capitalismo como teoria económica ou se adapta, regenera e assume uma componente de redistribuição ou morre. Alguns já compreenderam esta necessidade. Outros, em estado de negação ou por burrice pura e dura recusam-se a aceitar que é preciso um novo modelo económico ou uma rápida readaptação do capitalismo tal como o conhecemos. Tempos interessantes estes os que vivemos em que se inicia gradualmente uma mudança de paradigma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Fenix a 16.08.2011 às 22:35

Fernando,

"Não há pior cego que aquele que não quer ver!"

Finalmente, aquilo que poucos percepcionavam, começa a ser visível para muitos. Não podemos fugir à mudança, só temos é que "ajudar" a que ela seja regeneradora!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 16.08.2011 às 23:27

Ana,

O que me preocupa é que o capitalismo é como os gatos. Tem 7 vidas. Se não for a falência do sistema que seja pelo menos a sua reinvenção e que esta gere menos desigualdades. Já não era mau ...

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...