Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

300 mil

por Fernando Lopes, 14 Nov 11


Não posso deixar de ficar siderado com a grandeza dos números.

Autoria e outros dados (tags, etc)

12 comentários

De MManel a 18.11.2011 às 13:21

Olá, cá estou :-)

Nesta altura do campeonato, não é teimosia do PPC, mas impossibilidade de negociação. Incapacidade dele ou de outro que estivesse no lugar dele.
E isto o Louçã sabe muito bem como economista e finaceiro, ainda que meramente académico, pelo que sabe perfeitamente que o discurso dele é completamente demagógico (já o Jerónimo é a história da cassete).

Porquê impossibilidade/ incapacidade/ demagogia?

O empréstimo do FMI não é uma questão política, mas um crédito como qualquer outro, só que é um empréstimo a um Estado de um país. Mas de resto, as regras são iguais:

1º quanto maior o prazo de um empréstimo, maior a taxa porque o reembolso demora mais tempo ao investidor (não deixa de o ser, por isso é que impõe normas) e o risco de imcumprimento é maior- compara por ex. as diferentes euribor - 1 mês - 1,200%, 3 meses - 1,460%, 12 meses - 2,024%


2º Qualquer credor ou locatório só aceita renegociar depois do devedor ter provas dadas - nesta fase que estamos a passar é a fase de provarmos que somos capazes de controlar a situação. Ou seja, nesta altura o governo tem que provar que consegue diminuir as despesas e que assim sendo tem mais capacidade de efetuar pagamentos. Um reajustar de necessidades como muitos dos cidadãos comuns já estão a fazer e outros começarão - acabar com o canal dos filmes, a net fibra e vai aumentando de tom, para poder fazer face aos compromissos

Mas é a realidade do momento...



Bjs

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback