Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As festinhas

por Fernando Lopes, 2 Dez 10

Uma das coisas mais irritantes a que somos sujeitos quando temos crianças pequenas, são as festas das outras crianças. Não pelas criancinhas em si, mas pelo convívio forçado com os progenitores. Sempre fui um bocado anti-social, incapaz de fazer conversa de circunstância, ou de discorrer horas e horas sobre a minha filha. É minha. Amo-a.
Por motivos que não vem ao caso, já fui muitas vezes obrigado a fazer de pai/mãe, nestes pequenos episódios de horror. Aconteceu-me de tudo. Desde ser adoptado pelas mamãs como se fosse um(a) delas, até à rejeição de um macho na tribo das fêmeas, como se de amazonas se tratassem. Já ouvi todas as habilidades e problemas que uma criança pode ter. 
Agora adopto uma nova táctica. Piro-me. Ar embaraçado de quem tem um mundo infindável de tarefas pela frente, e zás, raspo-me, só aparecendo no fim da festa.
Poupo constrangimentos, a mim e às mamãs, e aproveito essas horas que se transformam, miraculosamente, em momentos de paz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Ricardo a 03.12.2010 às 11:13

Como eu te compreendo Amigo.....

De Fernando Lopes a 03.12.2010 às 11:47

Como tetra pai, deves ter passado das boas, deves.
E o que ainda vem ...

De Dalaila a 04.12.2010 às 16:50

a alex ainda não começou, mas de certeza que apesar de ser feminina, vou sentir lo mismo.

De Fernando Lopes a 04.12.2010 às 18:44

Lila, prepara-te ... Mais um anito e tás c/fim-de-semana sim, fim-de-semana não ARRUINADO!!! :)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...