Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sobre a morte ...

por Fernando Lopes, 10 Jan 11

www.atheistcartoons.com
Nada é a palavra chave. Antes de um espermatozóide e um óvulo se unirem para criar o milagre da vida, eu era nada. Quando o meu coração parar de bombear sangue para o meu corpo, nada serei. Quem me lê, sabes que sou pouco dado a misticismos, a crenças em seres superiores ou em paraísos de mel e ambrósia. Serei talvez uma mente simples, um simplório. Paciência. Antes o nada, depois o nada. Jogando com as palavras, nada que me intranquilize.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Fenix a 10.01.2011 às 17:27

Fernando

É tão complicado o misticismo como o ateísmo, daí que não se pode ser simplório num ou noutro caso.
O ser humano possui o livre arbítrio de ser ou não ser. E na busca da felicidade opta por isto ou aquilo...
Só muito tarde encontrei algo que racionalmente me satisfez, e vivo em paz e equilíbrio. No fundo é isso que interessa!

Abraço
Ana Almeida

De Fernando Lopes a 10.01.2011 às 21:25

Ana,

Nestas coisas (defeito meu), sempre fui demasiado prosaico.
No entanto convivo bem com a parte mística do outro.
Racionalmente é-me impossível "conceber" a divindade.
Limitação minha, estou certo.

Abraço

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...