Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As palavras de Pedro Passos Coelho, recordaram-me um música velha de 30 anos, dos Albatroz. Rezam as crónicas que o título original era "O Júlio é um chulo", mas tal como agora, o lápis azul foi mais forte. Relvas, sempre os há e sempre houve, a diferença é a desfaçatez com que censuram. Acha o nosso primeiro que somos um povo "piegas" e não devemos ter pena de quem "sofre", coitadinhos. O Pedro é um chulo. Rouba aos pequeninos e deixa os grandes sossegados, não vá levar na tabuleta no recreio. O Pedro é um cagão, não hostiliza os fortes antecipando a desejada subida à "equipa dos grandes". O Pedro defende o "darwinismo social", a sobrevivência dos mais fortes e o esmagamento de todos os outros. Não há neste ideologia um pingo de humanidade, compaixão, respeito pelos mais fracos. Foi esta besta que vocês elegeram. Também em meu nome. Lamentavelmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...