Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ernestina

por Fernando Lopes, 10 Dez 10

"Este é mais do que um romance autobiográfico ou um volume de memórias de famílias ficcionadas. É um fresco de Trás-os-montes, dos anos 1930 aos anos 1950, um romance que transcende o relato regionalista e que transpôs fronteiras, transformando-se num fenómeno editorial na Holanda. Ernestina é também o nome da mãe do autor e da intrépida protagonista deste livro."
  

Eu acrescentaria, que além de autobiográfico, é uma homenagem à mulher, na sua condição de companheira, mãe e amante.
Vou passar este livro ao meu amigo RG, que na sua estante acidental, certamente fará melhor análise.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Ricardo a 10.12.2010 às 10:11

Cá o espero caro Fernando. Tenho grandes expectativas criadas relativamente a esse autor, que descobri graças a ti. "Melhor análise" é que já não me parece....Abraço para ti e beijinhos às princesas!!!!

De Fernando Lopes a 10.12.2010 às 10:47

Não sejas modesto. Além disso, outra coisa me toca neste livro, porque me é familiar. Sou também (como Rentes), um tipo dividido entre a ruralidade e a urbanidade.
E é no "campo" que me sinto bem.
Algo me diz que a minha reforma vai ser dividida entre o Porto e Arcos. :-)

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...