Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A aristocracia dos blogues

por Fernando Lopes, 8 Ago 11


O post anterior vem na sequência de um dos vícios de que enferma a blogosfera portuguesa. É um clube de amigos, candidatos a assessores do assessor, que funciona em circuito fechado, apenas reconhecendo aquilo que consideram os seus pares. Nada mais natural, é uma espécie de aristocracia dos blogues, mesmo dos supostamente republicanos e laicos. Com esses posso eu bem.

O que me incomoda é que até os temas canibalizam, como se só eles existissem. Na passada quinta-feira a propósito do "apoio alimentar" e cursinhos de "como não gastar o dinheiro que não recebes" do Pingo Doce, eu e o Der Terrorist escrevemos sobre o tema que foi aqui debatido pelos amigos que me honram com a sua visita e os seus comentários.

Pedro Sales do arrastão pegou no tema na sexta e bem. Só que a aristocracia blogosférica só reconhece os seus pares e João Gomes de Almeida, o alberguista de serviço refere com a maior cara de pau "o não tema da Jerónimo Martins, lançado pelo Pedro Sales no Arrastão". Tudo isto seria aceitável se suas excelências não tivessem linkado à noticia em causa no i, e tivessem reparado, a não ser que padeçam de cegueira total que não tinha sido Pedro Sales a "lançar o tema".

No meio disto junta-se um jornalista anafadinho a dar conselhos sobre o seu entendimento do que deve ser a casa dos outros e daí um sonoro e sentido, pró caralho! Capiche?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

2 comentários

De Fenix a 08.08.2011 às 14:27

Fernando,

Tive o desprazer de tomar conhecimento através do Purgatório, da existência de um tal indivíduo de nome Rodrigo Moita de Deus, no seu post "Deus...me livre!" Nunca tinha ouvido falar nele (ignorância a minha)! Não comentei o seu post pois a figura pareceu-me uma ave rara e desinteressou-me!

Acontece, que por acaso, apanhei já depois do início, o último programa do Combate de Blogues, onde este sujeito, com uns maneirismos irritantes (para não dizer asquerosos), opinava tentando ser irónico, apesar de que o que dizia ser o SENTIR e o ACTUAR da direita ultraliberal, deturpando o que o outro comentador afirmara e em tom jocoso, "...que o pobres que se deviam manter minimamente satisfeitos para não lhes apedrejarem os Jaguares...que é uma maçada ver os pobres na rua, etc., etc.,."!

É a velha frase- "Com a verdade me enganas"!

Quanto à aristocracia da blogosfera, já deixei de visitar alguns blogues pois me causavam náuseas. Já não basta ter que "levar" com os governos quanto mais com os seus seguidores blogosféricos...

Fernando, com a qualidade humana e intelectual que lhe reconheço, acho um desperdício de tempo que se ocupe com esta cambada!

Desculpe, mas é o que eu penso!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 08.08.2011 às 14:54

Ana,

Embora novato nesta coisa de blogues, não gosto de ser tomado por parvo. Estes tipos são como os eucaliptos, secam tudo à sua volta. Só isso me chateou, o resto é-me indiferente.
Um sonoro pró car...o e nunca mais penso em serviçais armados em aristocratas.
;)

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • JOSÉ RONALDO CASSIANO DE CASTRO

    O Pretinho do Japão é citado, como profeta, em Ram...

  • Anónimo

    Quando a sorte é maniversa nada vale ao desinfeliz...

  • M Manel

    Só agora vi a mensagem anterior - note-se que quem...

  • M Manel

    Uma ajuda... Arranja aí uma base para eu poder de...