Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor & C.ª

por Fernando Lopes, 3 Jun 16

amor_e_ca.jpg

Dizem “O casamento falhou”, “O casamento acabou”. Ah, então o culpado foi o casamento? Não existe isso de “o casamento”, foi o que eu concluí. Só existimos eu e ela. Por isso a culpa ou é minha ou é dela. E enquanto na época eu achava que a culpa era dela, agora sinto que é minha. Falhei com ela. E falhei comigo. Não a tornei de tal maneira feliz que lhe fosse impossível partir. Foi isso que eu não fiz. Por isso falhei e sinto vergonha. Comparado com isto, o facto de poderem pensar que o meu pirilau não presta não me afecta nada.

(…)

 

Vou dizer-vos a conclusão a que cheguei, depois dos anos todos com o Gordon, anos que, apesar do que possam pensar, foram bastante felizes, ou tão felizes como os de qualquer outra pessoa, creio. A minha conclusão é esta: à medida que vivemos com outra pessoa, vai diminuindo a nossa capacidade de a tornar feliz, enquanto a capacidade de a fazer sofrer permanece intacta. E vice-versa, é claro.

 

in «Amor & C.ª» de Julian Barnes

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Esta não é totalmente surda, ouve muito mal mas re...

  • alexandra g.

    Uma bela albina, poderia ser gémea da gata da minh...

  • Fernando Lopes

    Tu és de pouco alimento, a despesa suporta-se bem....

  • Anónimo

    Com a poupança que tens tido nos almoços comigo e ...

Na boca do povo