Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sonhos e desilusões.

por Fernando Lopes, 21 Nov 17

Será que somos o resultado da soma dos nossos sonhos subtraídos das nossas desilusões? Uma operação aritmética como balanço de vida parece-me muito redutor. Sendo um ser que raramente se contenta, recuso-me a fazer estas contas. Provavelmente aprendi mais com as desilusões, mas o que me faz caminhar em frente são os objectivos alcançados. Venci e perdi número suficiente de combates para saber que o que mais importa é a garra com que se luta, a convicção na justeza da nossa causa. Venho a descobrir que, muitas vezes, dar é mais importante que receber. Quando damos – um carinho, ajuda financeira, uma boa palavra, pouco importa – viaja para o universo um bocadinho de nós. Faço diariamente um esforço para ser honrado, justo, digno, generoso. Não em nome de uma qualquer recompensa monetária ou divina, mas por pensar que é assim que deve ser. Estar consciente desta obrigação de dar o melhor de mim é o que me faz correr. Com a certeza de que raramente serei a pessoa que ambiciono, continuarei a tentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De pimentaeouro a 21.11.2017 às 22:34

Assino por baixo.

De Fernando Lopes a 21.11.2017 às 22:47

E dizemos isto como se tentar ser boa pessoa fosse algo fora do normal.


Abraço,

De Anónimo a 22.11.2017 às 12:20

Com a poupança que tens tido nos almoços comigo e nas cigarradas já deve dar para a ambicionada motoreta, mas só lá para a Primavera que depois da seca vem o  granizo, já assim dizia o Anthimio de Azevedo ou o Sousa Veloso ou até mesmo, se me bem me alembro, o Nemésio.


Filipe que irá lançar um alerta de antraz e pela frente falso (que só tu saberás) para o Porto e arredores no dia em que te fizeres às ruas, avenidas, vielas e vias sem saída com o bólide.
P.S. Faz-te investido de uma armadura sff.

De Fernando Lopes a 22.11.2017 às 19:02

Tu és de pouco alimento, a despesa suporta-se bem. Quando à motoreta acho que não vai passar de um sonho adiado.
Fernando sem capacete

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback