Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ser feliz.

por Fernando Lopes, 6 Set 15

Um destes dias fizeram-me a pergunta mais desarmante que se pode fazer a alguém: És feliz? O que é que se responde a isto? Tentamos enganar-nos respondendo com banalidades, meditamos sobre a nossa pobre existência, tentamos encontrar a nossa felicidade através da dos filhos, o quê? Certo é que todos buscamos duas coisas essenciais na vida, amor e felicidade. Pode-se viver sem amor, pode-se amar e não ser feliz, acontece até nunca se encontrar uma coisa ou outra. A felicidade é momento fugaz ou estado de espírito que se prolonga? Isso de ser feliz varia de pessoa para pessoa? Por causa da minha constante insatisfação, vaticinou a avó, «hás-de ser infeliz toda a vida». Talvez avó, mas não vou desistir de a tentar encontrar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

33 comentários

De golimix a 06.09.2015 às 09:25

A felicidade não é algo que se busca mas que se sente e se vai sentindo.

Não há um estado de felicidade eterna, nem de infelicidade infinita. Há que aproveitar quando sentimos a primeira e esperar que a segunda nos abandone rápido.

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 11:46

Não se busca? Cai-nos aos pés? Acho que nunca senti. Ou talvez o único momento de felicidade foi saber, após meses de complicações pré-parto, que a minha filha era saudável. Mas aí misturou-se com alívio.

De golimix a 06.09.2015 às 17:43

Ó não me venhas dizer que o teu coração não se inunda de felicidade ao seu abraçado, ao sorriso, e a da cavez que ela diz "pai"?

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 18:49

É o que me faz mover todos os dias.

De G. a 06.09.2015 às 11:06

É  a pergunta mais idiota que me podem fazer. Como mentir não é o meu forte, gaguejo sempre. É como diz a golimix, basicamente.

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 11:48

No contexto em que foi perguntado era pertinente, não idiota. Todavia continuo sem resposta. Aliás acho que sei responder, mas não quero admitir a resposta. 

De Anónimo a 06.09.2015 às 11:56

Chamo-lhe idiota porque vem sempre de quem me quer bem, percebes? Mas essa pergunta não faz sentido. (ou achas que nós, os que não sabemos a resposta não somos felizes? somos. às vezes. como qualquer outro.)

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 11:57

Quase nunca, G. Quase nunca.

De Ana A. a 06.09.2015 às 12:20

"Ser ou não ser, eis a questão!"
Mas será que alguém "é" (?), no sentido estático do verbo?! Claro que não, todos nós sabemos. Mais importante que querer encontrar essa utopia, é saber contornar as desilusões, saber amarmo-nos e tentar não ter sentimentos de posse, quer em relação a pessoas e/ou coisas. De resto, é deixar fluir a vida, tendo em conta que somos uma partícula de um Todo!

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 12:26

A Ana consegue um pequeno milagre, que é fazer com que os meus desabafos pareçam fazer sentido. Sinto que às vezes deixar fluir não basta, não é consequente. Faço-me entender? 

De Ana A. a 06.09.2015 às 12:51

Deixar fluir não é consequente com a as expectativas? Aquilo que não está na nossa mão mudar...

De a costureira a 06.09.2015 às 12:59

A felicidade sente-se olhando os Outros e não procurando em nós.


Um abraço.

De Fernando Lopes a 06.09.2015 às 14:27

Desse tipo de altruísmo, não sei se sou capaz. 


Abraço.

De Suricate a 07.09.2015 às 10:15

Não acredito que ninguém seja feliz 24 horas por dia, aliás basta vivermos no mundo em que vivemos para não sermos felizes, basta sabermos olhar para o lado e percebermos o sofrimento que nos rodeia.
Em termos pessoais a minha felicidade  é feita de momentos. Estás a ver uma manta de retalhos?! É mais ou menos assim, vais cozendo os retalhos uns mais mal jeitosos que outros, outros que ficam até de pernas para o ar, outros têm cara que nunca caberiam ali, outros bocados de tecidos com cores lindas de morrer, quando chegas ao fim do trabalho é essa manta que te aconchega é ela que te dá conforto com retalhos (momentos) uns mais a direito, outros aos bicos (bons e maus, uns felizes, outros nem por isso) assim se faz a vida.

De Fernando Lopes a 07.09.2015 às 12:30

A imagem da «manta de retalhos» é boa. O problema é que já me vão faltando remendos para coser. :)

De Maria Alfacinha a 07.09.2015 às 13:13

Ah, a felicidade! :-) Se eu te disser que sou feliz, acreditas? 
E sou-o quase 24 horas/dia, 7 dias por semana. Se calhar sou doida...

De Fernando Lopes a 07.09.2015 às 20:09

Só posso ter uma inveja saudável. Persigo há anos uns momentos felizes, raramente os encontro.

De Genny a 07.09.2015 às 14:19

A essa pergunta só posso responder que tenho momentos de felicidade. 
Para mim, a felicidade é isso...momentos...

De Fernando Lopes a 07.09.2015 às 20:11

Os meus são cada vez mais raros, Genny.

De henedina a 08.09.2015 às 00:21

Tinha um colega que perguntava sempre...um dia disse-lhe: não, não estou feliz! 
Ele ficou sério sem saber o que dizer...
Só faças perguntas se tiveres a coragem de aceitar as respostas.

De Fernando Lopes a 08.09.2015 às 00:32

Esse colega ou era muito seu amigo ou andava de olho em si. Conte, conte.

De henedina a 09.09.2015 às 01:18

Conte, conte...:)

De Fernando Lopes a 09.09.2015 às 01:47

As mulheres revelam-se mais pelos silêncios que pelo que dizem. Entendi. :)

De pimentaeouro a 09.09.2015 às 00:23

Felicidade? Parece que só damos por ela depois de ter acontecido e é bem raro. Quem diz que é sempre feliz e coisas parecidas está a iludir-se, a esconder o jogo, etc.

De henedina a 09.09.2015 às 01:17

Eramos tão felizes e não sabiamos...;)

De Fernando Lopes a 09.09.2015 às 01:46

Ninguém sabe se é ou foi feliz, até que esta lhe escape.

De João Gonçalves a 09.09.2015 às 22:18

É sempre assim.

De Fernando Lopes a 09.09.2015 às 01:45

Na minha humilde opinião, é talvez uma lotaria. Uns nascem com maior aptidão para ser felizes que outros. Quem me dera pertencer ao primeiro grupo.

De João Gonçalves a 09.09.2015 às 22:23

Talvez s cautelas em seja. Neste caso tive muitas cautelas em branco.

De henedina a 13.09.2015 às 10:12

Deplecao de serotonina...o que liberta endorfinas: comer (não vá por aí ), se...não ponho para não lhe fecharem o blogue :)...a sua mulher é a terapia perfeita e exercicio.
Miminhos por aqui tb ajudam...Seja FELIZ Fernando!! desejo mesmo.
E ser feliz não é como agora exigem, sempre para cima, isso é mania. Ser feliz é colecionar momentos de felicidade e estar tranquilo nos restantes. Beijinho

De Fernando Lopes a 13.09.2015 às 11:58

Essa tranquilidade adulta, feita de amor, cumplicidade e tolerância é um bem que escasseia. Ainda ando a tentar encontrar esse bens preciosos.

De henedina a 13.09.2015 às 11:59

Eu também. Procuramos todos. Bom domingo.

Comentar post

Pág. 1/2

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • redonda

    Talvez ajude ir com alguém muito próximo, com quem...

  • Fernando Lopes

    Olhar fixamente pode ser intimidante, mas não é is...

  • Anónimo

    Mas olhar directamente pode ser muito intimidante ...

  • Fernando Lopes

    Agradeço o abraço e retribuo ainda com mais vigor....