Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

 

Isabel Vaz sabia do que estava a falar, a saúde é um grande negócio. Melhor ainda, com a população envelhecida, será, por paradoxal que pareça, negócio de futuro. Portugal será num tempo não muito distante, um país de gerontes e seus cuidadores. O Continente propõe uma parceria com a Advancecare e promete um plano de saúde sem mensalidade. Só precisas de gastar 50 euros por mês em compras nos hipermercados. Existem questões que me deixam preocupado: quem vela pela privacidade dos meus dados médicos? Quem me garante que a parceria não me induz a comprar certos e determinados medicamentos em certas e determinadas lojas? Ou certo tipo de alimentos? Serei talvez um tipo de natureza suspeitosa, mas parece que o Continente nos quer meter o dedo no cu quando lá fazemos compras e ainda uma segunda vez quando vamos ao médico.

 

P.S. – Para as senhoras teremos sempre o velho «aperta-me as mamas!».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De Inês a 12.10.2016 às 10:23

Às tantas ainda vão comparar o que compra com as doenças e lá se vai o seguro. Tudo é um negócio, mas as coisas que mexem com a saúde fazem-me muita confusão.
Beijinhos
Inês

De Fernando Lopes a 12.10.2016 às 11:22

Sinto o mesmo Inês. 


 Beijo 

De pimentaeouro a 12.10.2016 às 21:50

Nota 10. Assino por baixo.

De Fernando Lopes a 12.10.2016 às 22:04

Obrigado, João.


Grande abraço.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback