Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parabéns, Manuel Jorge Marmelo.

por Fernando Lopes, 20 Fev 14

Há dois ou três escritores que me encantam tanto pela sua obra como pelo ser humano que são. Manuel Jorge Marmelo é uma dessas pessoas, de quem um amigo comum, jornalista na Antena 1, teceu enormes elogios como escritor e homem. Não basta ser bonito por dentro, é também imperativo ser bonito por fora, uma boa pessoa. Trocámos palavras de circunstância numa manifestação em defesa da Escola da Fontinha. MJM certamente não se recordará, mas estava lá, confrontando o poder instituído, lamentando a falta de unidade da esquerda. Parabéns Manuel Jorge, este prémio é a prova que a integridade, os homens que não se vendem, ainda são reconhecidos no meio da ruína vigente. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Carla Pinto Coelho a 20.02.2014 às 23:45

Soube a meio do dia, creio, através da LER - o FB tem destas maravilhas. Fiquei muito contente, ainda que não conheça o MJM pessoalmente, pelo que leio no blogue, pela resposta que me deu à mensagem que lá consegui mandar, parece-me uma pessoa correcta e íntegra. E claro, gosto do que escreve. Fazia falta um reconhecimento assim. (:

De Fernando Lopes a 21.02.2014 às 19:15

É obviamente e acima de tudo um reconhecimento literário. Mas pelo que soube, o processo de «reestruturação» do Público foi tudo menos claro. Este reconhecimento do seu talento é uma bofetada de luva branca ao pensamento vigiente e ao takeover passista do jornal.

De Manuel Jorge Marmelo a 25.02.2014 às 14:30

Muito obrigado, Fernando. Mesmo.

De Fernando Lopes a 25.02.2014 às 19:28

Já me ri, reflecti, pasmei e emocionei com alguns dos seus livros. Acho que esta é a mais sincera homenagem que lhe posso prestar.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Esta não é totalmente surda, ouve muito mal mas re...

  • alexandra g.

    Uma bela albina, poderia ser gémea da gata da minh...

  • Fernando Lopes

    Tu és de pouco alimento, a despesa suporta-se bem....

  • Anónimo

    Com a poupança que tens tido nos almoços comigo e ...