Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhos & Olhares.

por Fernando Lopes, 14 Fev 17

Quando falam comigo sobre algo sério ou pessoal, tendo a concentrar-me no interlocutor e no que me é dito. A forma como o faço, é, aparentemente, incómoda para muitos. Quando mais concentração a coisa exige, mais fixo os olhos do outro. Já se calaram de repente, afastaram-se incomodados, perguntaram-me se estava a tentar hipnotizá-los. Não vejo desconforto nisso, não me importo que me olhem nos olhos, nem entendo muito bem o factor que causa tal reacção. Para não ser deselegante, habituei-me a vaguear com os olhos. Hoje, quando me contavam algo de pessoal, aconteceu de novo. Acharão que lhes consigo ver a alma?

Autoria e outros dados (tags, etc)

18 comentários

De Genny a 14.02.2017 às 20:51

Há um truque para isso - olha para o meio da cana do nariz da pessoa que está a falar contigo.

De Fernando Lopes a 14.02.2017 às 21:04

- Tentou fixar-se no nariz. E que nariz. A «penca» avançou, impositiva. Cada vez lhe parecia maior, como uma nave espacial a atravessar uma qualquer galáxia. Depois, já só via os poros, pontos negros, pêlos, muco. 
- Desculpa, disse enquanto chorava e ria ao mesmo tempo. Não estava a gozar contigo, estava só a tentar concentrar-me no teu nariz. Foi conselho da minha amiga Genny.

De Genny a 14.02.2017 às 21:41

 agora é que vai ser lindo! Cada vez que te encontres numa situação dessas e começas e lembrar-te do que acabaste de escrever é que não páras mesmo de rir

De Anónimo a 15.02.2017 às 09:57

Não tens a menor recordação do meu nariz tal era a concentração nas minhas vistinhas.
Filipe com saudades de couves contigo.
P.S: A tua afilhada amanda carradas de beijos e algumas caralhadas.

De Fernando Lopes a 15.02.2017 às 12:21

Contigo não é necessário, não foges de quem te olha.


Abreijos

De Inês a 15.02.2017 às 10:27

Quando estou a falar, ou a ouvir, alguma coisa séria, ou que requer atenção, só o sei fazer de olhos nos olhos. Parece que agora não é assim, mas eu não gosto. Não fico de olhos arregalados a olhar, e até pestanejo e tudo, mas não sei ser de outra forma. Será que agora é assim porque as pessoas não gostam de se mostrar verdadeiramente? Se calhar essa é uma das razões de os facebooks e afins, estarem cheios de pessoas "felizes, realizadas, que viajam imenso ...". Afinal, não têm que olhar nos olhos de ninguém.
Beijinhos
Inês

De Fernando Lopes a 15.02.2017 às 16:07

Não sei avaliar a razão do desconforto, mas existe. Talvez uns "agarrem a vida pelos cornos" mais que outros. Deve ser coisa de malta mais antiga. ;)

De Henedina a 18.02.2017 às 15:06

Para mim, gosto que olhem nos olhos. Ontem um homem, que não duvido do carinho, não me olhava nos olhos e disse lhe sabes que és hiperactivo? Respondeu sei, só que vivi na altura que a ritalina era umas palmadas...diagnostico só em adulto por avontade deixar vaguear o olhar. Se não fizesse este diagnóstico este homem, estava comigo, em maus lençóis...

De Fernando Lopes a 19.02.2017 às 21:26

Agora todos os miúdos que são miúdos, e consequentemente traquinas, são rotulados de hiperactivos. Como pediatra sabe melhor que eu que não é tão frequente quanto os putos «on dope».

De Lucília a 20.02.2017 às 07:37

E eu pergunto, Fernando, existe outra forma de "ouvir".?
Uma indelicadeza, um egoísmo quando mostramos a alma e o outro se distraia com com insignificancias.

De Lucília a 20.02.2017 às 07:39

Distrai

De Fernando Lopes a 21.02.2017 às 07:36

Confesso que não sei avaliar, sei apenas olhar assim. Desculpe o tardio da resposta, mas o blogue tem andado em banho-maria.


Abraço

De redonda a 23.02.2017 às 23:14

E com este texto lembrei-me do jogo do sisudo - eu fiquei famosa no ciclo preparatório porque conseguia aguentar sem rir com o Padre Rebimbas, olhos nos olhos, desde que ele não falasse, se ele falasse fazia-me rir e já não dava (no jogo perdia quem deixava de olhar primeiro)
Depois fiquei míope, não andava com óculos e aí eu não conseguia ver os olhos de alguém para os fixar e também não conseguiria perceber se quem estava a olhar para mim o estaria a fazer olhando-me nos olhos...
Aí descobri as lentes de contacto e voltei a conseguir olhar, olhos nos olhos, mas não joguei mais ao sisudo :)

De Fernando Lopes a 27.02.2017 às 15:43

Para quem não está habituado a ter nada «dentro dos olhos» as lentes devem causar grande confusão, pelo menos nos primeiros tempos. Queira-se, ou não, são dois corpos estranhos ao olho. 

De redonda a 27.02.2017 às 22:22

Só no início e quando estou muito tempo com elas - e têm grandes vantagens, não ficam embaciadas quando entramos por exemplo num autocarro no inverno e são melhores para praticar desporto... excepto talvez natação...

De Fernando Lopes a 27.02.2017 às 22:53

Foi uma coisa que evoluiu muito. Antigamente eram, literalmente, vidros dentro dos olhos.

De Henedina a 24.02.2017 às 11:09

Parabéns! Benvindo a minha idade jovenzito

De Fernando Lopes a 27.02.2017 às 15:44

Somos uns miúdos, não é?

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Prometido. Os tomates serão verdes, só para ser ma...

  • Anónimo

    Se fores à Manta Rota leva um cabaz de tabefes.Fil...

  • Fernando Lopes

    Caracóis só do mar ... búzios. Antes comiam-se na ...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, e que o trambolho esteja bem longe.