Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Namorico.

por Fernando Lopes, 11 Mai 16

Já há vários dias que reparo neles. O rapaz terá vinte e poucos anos, alto e muito magro, com o cabelo preto a fugir barrete fora. Tem aparelho nos dentes, um delicioso ar de totó acentuado pelos enormes óculos de massa e umas lentes tão grossas que os seus olhos parecem de um caranguejo. A rapariga trabalha na concorrência ali em frente, toda garbosa no seu castanho Pizza Hut. Pescoça entre as colunas, pratos de sopa, arroz de pato e atum com ciclistas, até a ver. Depois sorri, fazendo reluzir o aparelho, embevecido como um Abelardo perante a sua Heloísa. Ela pequenina, redondinha, coradinha, enquanto coloca as pizzas na mesa dos clientes, olha de volta com um ar doce. Impossível não ficar enternecido com aqueles dois jovens funcionários da praça de alimentação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De Alice Alfazema a 11.05.2016 às 20:31

Belo recorte!  É o aroma do amor entre sopas e arroz de pato. :)

De Fernando Lopes a 11.05.2016 às 21:19

E pizzas, Alice, não esqueças as pizzas.
Image

De soliplass a 11.05.2016 às 23:46

Tu és fodido, e isto é fodido, um pobre marinheiro a meio da noite e do mar, sorrindo, nesta janela. Cem anos que eu viva (como dizia a canção da janela virada pró mar) não hei-de esquecer quando naquele antro de circunspectos em Matosinhos tu a meu lado observaste que o Rentes era o mais novo de todos nós. Pensando nisso, talvez seja natural que fosses tu a dar pelo facto. Também tu, com essa tua capacidade de empatia com o semelhante, não tens idade. Ou tens a idade dos outros que é a melhor forma de sempre ser novo.

De Fernando Lopes a 12.05.2016 às 07:26

Ainda bem que te fiz sorrir, esta vida precisa de mais sorrisos e menos caras fechadas. Um tipo como o Rentes, que está numa sessão de homenagem a rir de si mesmo a bom rir, só pode ser novo.


Um enorme abraço, deste amigo com os pés em terra firme. 

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback