Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

D'Bandada.

por Fernando Lopes, 14 Set 14

Stray e amigos na Praça dos Poveiros

Uma tarde-noite sem chuva, um rio de gente nas ruas do Porto, música por todo o lado, um festival, D’Bandada. Por volta das sete, nas Galerias de Paris parecia ter acontecido «o estouro da boiada» como dizia um amigo brasileiro. Havia música, também ela de terras de Vera Cruz, os intérpretes estavam submersos pela multidão.

 

Houve profissionalismo e amadorismo. Às 20:45 já Capicua iniciava o sound-check para o concerto das 22:00, nos Poveiros, Stray e amigos, que nas palavras do próprio fazem «cenas», faziam o mesmo 25 minutos depois da hora marcada para o início do concerto.

 

O que importa é a música, e essa foi rainha e senhora, com bandas para todos os gostos, gente e animação nas ruas desta cidade que dita o meu passo e me está impressa na alma. 

 

Capicua e a alma tripeira nos Leões

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De bloga-mos a 15.09.2014 às 13:26

Imbeija, que neste caso está absolvida do crime de pecado capital...

De Fernando Lopes a 15.09.2014 às 14:02

Gostei muito da Capicua. Ela, tal como eu, é de Cedofeita. Havia uma alegria infantil de regresso a casa que me comoveu.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Genny

    Fico sempre com uma sensação de impotência.

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...