Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Continuação.

por Fernando Lopes, 2 Mar 16

Deveres de pai. Fui interrompido durante o almoço pela urgência urgentíssima de comprar um caderno de matemática e transferidor. Como almoço num centro comercial – questão de proximidade e preço, não de gosto – comprometi-me a trazer o que a criança pretendia. Comprei um enormíssimo caderno de matemática, onde Einstein ou Pascal teriam espaço para tratar algumas das suas equações.

 

Após pagar a jovem rapariga despediu-se com um enigmático:

 

- Continuação.

 

Pensei interpelá-la, mas desisti. Não é a primeira, segunda ou terceira vez que alguém de mim assim se despede. Que se quer dizer exactamente com «continuação»? Continuação de boa tarde, boas compras, bom dia, de quê? Alguém me explica o que é que isto quer dizer? Ah, e continuação para vocês, queridos leitores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

24 comentários

De Ana A. a 02.03.2016 às 21:55

Também não gosto nada desta forma. E quando me dizem, continuação de um bom-dia ou de uma boa-tarde, partem do pressuposto que estamos mesmo num bom dia, e às vezes estamos bem lixados da cabeça. 
Também não acho piada quando alguém pergunta a outro: Então, bem disposto? - resposta: Sempre!!
Porra ou a vida lhes corre mesmo bem, ou então, trata-se da felicidade bovina...

De Fernando Lopes a 02.03.2016 às 22:20

Frases feitas, o nosso dia-a-dia é povoado delas. Só se está sempre bem-disposto debaixo de uma dose cavalar de anti-depressivos e mesmo assim sabe deus... 

De Lucília a 02.03.2016 às 22:08

-Então, estás bem? -Vamos andando!
Eu sei que sim...mas dá.me cá uns nervos

De Fernando Lopes a 02.03.2016 às 22:21

Tipicamente português, não se está bem ou mal, aguenta-se, «vai-se andando».

De Lucília a 02.03.2016 às 22:13

Ainda pior -Então uma boa continuação. Isto se estamos com a barriga a doer....

De Fernando Lopes a 02.03.2016 às 22:23

«Boa continuação» disseram os chefs do jantar gourmet às dezenas que estavam com cólicas e diarreia gourmet
Image

De redonda a 03.03.2016 às 00:12

Eu comecei a reparar depois de ler um post sobre isso no blogue Crónicas do Rochedo, penso que será continuação do bom dia porque surge no final da conversa que teremos iniciado com "bom dia"...ou continuação de "boa tarde" se tivermos iniciado a conversa com "boa tarde" ou continuação de "boa noite" se tivermos iniciado a conversa com "boa noite" :) ...agora acho giro (sobretudo porque antes já o deviam dizer e eu é que não reparava).

De Fernando Lopes a 03.03.2016 às 18:55

Ora bolas, Gábi. Eu a pensar que tinha um tema original e já escreveram sobre isso. Continuação de qualquer coisa, presumimos que o dia seja bom, podemos desejar que termine rapidamente.

De redonda a 03.03.2016 às 23:32

sorry...mas a forma de tratamento do tema é muito original! 
continuação de uma boa noite :)

De Anónimo a 03.03.2016 às 10:27

Ando muito descontinuado e bastante surdo de modos que não ligo e fixo o olhar nas mamas quando as ditas para lá me encaminham as vistas.
Filipe coisado

De Fernando Lopes a 03.03.2016 às 18:57

A tua fixação em mamas dava uma bela posta. Julgava que só os americanos tinham essa preocupação infantil com as glândulas mamárias. ;)

De Genny a 03.03.2016 às 10:48

Bom dia, Fernando! Image 

De Fernando Lopes a 03.03.2016 às 18:57

Bom fim de dia, Genny.

De Curly a 03.03.2016 às 14:48

Partilho inteiramente dessa dúvida existencial.
Isso e a malta que vem com o "Boas".
Boas quê?
Eu às vezes digo obrigada, não vá aquilo ser um elogio às minhas margaridas ou às minhas orelhas ou isso, mas também fico confusa...
:):)

De Fernando Lopes a 03.03.2016 às 18:58

Estou seguro que é um piropo disfarçado de saudação. ;)

De Luís Coelho a 03.03.2016 às 15:55

E quando usam o "tipo"?
- Tipo, continuação...
Será a evolução da língua? Escapa-me qualquer coisa

De Fernando Lopes a 03.03.2016 às 18:59

Muletas linguísticas, caro Luís. A do «tipo» é particularmente irritante pela adaptabilidade às mais diversas circunstâncias. Tipo esta, por exemplo.

De belitaarainhadoscouratos a 04.03.2016 às 09:45

O meu 'partenér', que é de Lisboa, quando veio viver cá para cima também lhe fazia muita espécie que as pessoas lhe dissessem 'continuação'. A mim não faz porque sempre ouvi (embora não costume dizer). E pelo que sei quer dizer continuação de bom dia, boa tarde ou boa noite com que começaram a conversa. 
Quanto ao não gostarmos que nos digam continuação porque podermos não estar a ter um bom dia, então era ir logo às trombas de quem nos disse bom dia para começar!!! Image

De Fernando Lopes a 04.03.2016 às 12:44

Ainda digo eu que tenho mau feitio. ;)

De Olhem… a 06.03.2016 às 19:54


Não sei se essa moda já se findou.


Mas o que me irrita é o:“vá”.


Sem mais nem porquê vai de um, vá.


Grrr!

De Fernando Lopes a 06.03.2016 às 20:35

«Então, vá» é uma muleta de linguagem pouco usada aqui no norte. Penso que será mais uma coisa de certa burguesia lisboeta.

De Olhem… a 06.03.2016 às 21:24


 


Aí no norte, provavelmente a moda não deveria ter pegado muito.


Mas aqui em Lisboa o “vá” (só puro e duro) é (ou era) falado por todo o pé de chinelo.


Há muletas linguísticas que se tornam numa pandemia e esta foi uma delas.


Oxalá não se volte a repetir com o: “continuação”.


 

De Fernando Lopes a 06.03.2016 às 22:09

É normal que as pessoas mimetizem a linguagem dos que estão mais bem instalados na vida, dá-lhes a ilusão de pertencerem a outro meio. Mas não há snobeira linguística como a dos ingleses: és ou não aceite em determinados meios por ter ou não a pronúncia upper class.

De Olhem… a 07.03.2016 às 09:05

 


No more!


E depois sai uma “rasqueira” linguística de dar dó.


Finally, appearances ...

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback