Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Comida para pássaros.

por Fernando Lopes, 22 Nov 17

Periquitos_xl.jpg

 

Virou moda comer sementes, vai daí somos bombardeados com os benefícios de tudo quanto é semente ou baga. Linhaça, aveia, girassol, ou com nomes mais exóticos como quinoa e goji. Os supermercados têm agora secções saudáveis cheias de painço. Ora tipos como eu só comiam tremoços e amendoins para acompanhar a cerveja. Havia também o arroz, semente de tradição milenar na alimentação humana. Agora comem-se quaisquer tipo de sementes. Dizem os nutricionistas para não ingerimos sementes à toa pois estas têm contra-indicações como flatulência ou oclusão intestinal. Mulherada e hipsters, cuidado, não me apetece levar com o vosso flato. Recordo-me de num vegetariano ter comido almôndegas de lentilhas com a triste consequência de ter largado mais ventosidades que uma vaca argentina. Tá tudo muito bem, mas para este velho do Restelo que vos escreve, sementes ainda são comida para psitacídeos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

10 comentários

De Inês a 23.11.2017 às 15:25

"mais ventosidades que uma vaca argentina"?! Já me ri tanto com esta, que já me olharam de ladeiro! Eu só gostava de saber se as vacas argentinas, largam mais ventosidades que uma de qualquer outro país e porquê. Muito boa!
Beijinhos
Inês

De Fernando Lopes a 23.11.2017 às 16:35

O problema dos ruminantes são os gases, usei a vaca argentina porque me pareceu de mau tom usar outra nacionalidade. Se falasse em vaca brasileira, acusar-me-iam de xenofobia. A Argentina é uma nação relativamente inócua. :)

De alexandra g. a 23.11.2017 às 20:24

Ferdinand,
não se diz gases, diz-se metano :), mas podes sempre dissertar sobre os filhos da puta dos argentinos, naçom de machos valentes onde a violência doméstica e a mortalidade das mulheres - por mor de - raia os píncaros da repulsa e da incredulidade.

De Fernando Lopes a 23.11.2017 às 22:30

Tinha um amigo que chegava um isqueiro ao rabo e emitia falto com uma linda chama azul. Era o metano. :) Os argentinos chateiam especialmente os bifes por causa daquela história das Malvinas que ainda são british. 

De alexandra g. a 23.11.2017 às 22:34

bardamerda c'os bifes ( e o tratado mais antigo, etc.), trata-se, na Argentina, de um desastre sem proporções. Isto não pode acontecer e, alembra-te, és pai de uma menina :)

De Anónimo a 23.11.2017 às 19:34

Já passei pela situação de querer umas bolachas sem sementes e não encontrar. Até gosto das ditas sementes mas é verdade que já é excessivo. Na maior parte das vezes vamos atrás de todas estas modas sem pensar duas vezes, até que alguém dê o alerta vermelho.
~CC~

De Fernando Lopes a 23.11.2017 às 22:27

Andei a fazer umas pesquisas e parece que a coisa é saudável em doses moderadíssimas. A alimentação ganhou nestes anos um estatuto quase sagrado. Bolas, é só comida. Alguém pensou que um chef seria uma espécie de popstar e que os nossos filhos ambicionariam ser cozinheiros? :)

De belitaarainhadoscouratos a 26.11.2017 às 16:26

ai vaca argentina! havias de ver (cheirar) as vacas marinhoas daqui ao pé!!!

De Fernando Lopes a 26.11.2017 às 21:33

Eu gosto de vacas, mesmo as menos perfumadas. A bovinidade é uma característica tão, mas tão portuguesa. ;)

De Anónimo a 30.11.2017 às 16:09

Sobre-dosagem de pevides, Nando?. Nada sei de ti faz tempo e não desejo ver-te na feira dos passarinhos a implorar por couves.
Filipe do era uma vez...

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback