Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas que um estrangeiro nunca vai entender.

por Fernando Lopes, 22 Jan 15

restaurante.jpgCarne ou peixe por 3,50 € na Rua Oliveira Monteiro

Talvez contra-corrente ao costumeiro na tugalândia, não gosto especialmente de camones. Acho-os grandes, mal-ajambrados, ofensivamente magros, aquele ar neo-hippie irrita-me um bocadito. Os do norte da Europa são um enorme mistério pois não entendo patavina do que dizem e a maioria tem um inglês pior que o meu.

 

Ainda assim, na Primavera passada troquei meia-dúzia de bitaites com um holandês, tipo simpático e interessado na coisa lusa para lá da espuma dos guias turísticos. Uma das suas surpresas era o facto de uma grande parte dos artesãos, operários e amanuenses almoçarem num restaurante. Parece que por paragens neerlandesas o habitual é levar uma sanduiche ou tupperware e comer no local de trabalho ou ao sol se possível.

 

Expliquei-lhe as minudências da alma lusa. Aqui tudo se passa à mesa, de negócios a encontros de amigos, casamentos e aniversários, nada é portuguesmente comemorado se não tiver comezaina pelo meio. Os restaurantes «vulgares» são em Portugal estupidamente baratos, e a maioria das empresas não têm refeitório. Pode-se comer de faca e garfo a partir de 5 euros ou até menos, disse. Claro que tal era impraticável para quem trazia referências como o «Chez Lapin» ou «Escondidinho» mas possível para o povoléu que se contenta com alguma proteína animal e doses generosas de hidratos de carbono.

 

Assentiu cortês, mas pareceu que lhe estava a pregar uma mentira das boas. Há coisas portuguesas que um camone nunca vai entender.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

5 comentários

De amaria a 23.01.2015 às 11:50


Usando um cliché que muito hoje em particular neste dia que estou a tentar "degerir" e não de comidinha que falo,,,só memso quando estamos ou passamos por certas coisas se consegue percebe-las ..!!!Enfim..

Beijinhos!

De Fernando Lopes a 23.01.2015 às 19:07

Questões culturais que nos tornam tão diversos, mesmo entre europeus. Ao que dizem as más línguas a cozinha dos países do norte é pouco imaginativa e mais prática. Lambuzam-se com os nossos petiscos servidos a preços módicos. ;)

De bloga-mos a 23.01.2015 às 12:22

A minha amiga brasileira de passagem por Lisboa aprendeu ao segundo dia  perguntar "e a dose dá para dois?"...

De Fernando Lopes a 23.01.2015 às 19:09

Intercâmbio culturau. Tou certo qui ocê feiz o seu meilhor para agradá à moça. ;)

De josiel dias a 23.01.2015 às 12:41

Olá meus amigos, como é maravilhoso encontrar sites com este seu. Parabéns pelo belo trabalho, já estou seguindo.
Aproveitando a oportunidade gostaria de compartilhar com você nosso
blog. Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se seguir-nos.
AGUARDAMOS SUA VISITA
Atenciosamente
Josiel Dias
http://josiel-dias.blogspot.com (http://josiel-dias.blogspot.com)
Rio de Janeiro

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...

  • Henedina

    E tenha...um bom dia!