Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carroceiro.

por Fernando Lopes, 12 Mai 15

Dizem que mostramos o nosso verdadeiro eu por detrás do volante. Assim sendo, sou um carroceiro da pior espécie, capaz de envergonhar o taxista mais afoito. Sou obcecado em chegar a horas, detesto atrasar-me seja para o que for. Sigo a máxima de António Variações, «tenho pressa de partir/quero sentir ao chegar/a vontade de partir/pra outro lugar».

 

Isto faz com que no trânsito citadino ande sempre que possível acima das velocidades legais, ignore traços contínuos, exaspere com os canguinhas.  Nunca em quatro anos a minha filha chegou tarde às aulas. Normalmente insulto os condutores da frente com epítetos graciosos como filho da p…, urso, camelo, morre-ao-sol, e por aí fora. É completamente ineficaz mas libertador.

 

Acompanha-me nestas viagens a criança, que já se habitou ao linguajar, e, estou certo, de rédea solta faria corar algumas peixeiras do Bolhão. Até hoje, ouvia apenas.

 

- Para que é que travaste, palhaço, ficou agora amarelo!

 

Quem o disse não fui eu, mas uma vozinha no banco de trás, sentada na cadeirinha. Olhei e retorqui:

 

- Tilucha, aqui quem insulta sou eu.

 

A ver se modero a linguagem, caso contrário a pequena ficará impedida de viajar seja com quem for que não eu, sob risco de esticar o dedo do meio a um cretino que se atire para cima do carro em que se desloca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

6 comentários

De bloga-mos a 13.05.2015 às 06:04

Só beberei umas bejecas contigo se a catraia te acompanhar...

De Fernando Lopes a 13.05.2015 às 08:09

Apesar da tenra idade a criança desenvolveu um estranho gosto pelo presunto e tostas mistas com pesto e tomate cherry do «Aduela» em Carlos Alberto. Não deve ser difícil convencê-la a alinhar.

De bloga-mos a 13.05.2015 às 16:45

Dito feito e arregaçado...

De golimix a 19.05.2015 às 14:02

Image

Tu vê lá se me insultas quando eu aí for! 

De Fernando Lopes a 19.05.2015 às 20:11

Nunca deves descartar essa possibilidade. O energúmeno desloca-se num carro familiar cinzento e tem cabelo da mesma cor.

De golimix a 19.05.2015 às 23:03

Até te tenho medo!!! Image

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Genny

    Fico sempre com uma sensação de impotência.

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...