Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

À janela.

por Fernando Lopes, 1 Jun 17

janela.jpg

 

Todos os dias, às 08:30 da manhã, esta senhora idosa está a janela, imagino que a admirar a pressa dos transeuntes que correm para os escritórios, outros ainda quase arrastam crianças pequenas para a escola próxima. Em baixo passam os carros, motos, entram os trabalhadores. Passados uns minutos desaparece. Uma vez que o edifício onde trabalho tem vidros espelhados não imagina que está a ser observada. Já me habituei a vê-la ali, se um dia desaparecer vou sentir a sua falta. Depois pergunto-me: quem é tão estúpido que adianta a hipótese de sentir a falta de quem não conhece?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

19 comentários

De Fernando Lopes a 03.06.2017 às 00:15

É como se fosse um mundo de afectos indizíveis. As pessoas são estranhas, eu sou estranho.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Prometido. Os tomates serão verdes, só para ser ma...

  • Anónimo

    Se fores à Manta Rota leva um cabaz de tabefes.Fil...

  • Fernando Lopes

    Caracóis só do mar ... búzios. Antes comiam-se na ...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, e que o trambolho esteja bem longe.