Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A dieta do Lopes.

por Fernando Lopes, 18 Fev 16

Como sabem os frequentadores do estaminé estou um bocadinho badocha, 82 quilos para 1,71. Adoro comer, mas o excesso de peso pode além de inestético, dificultar-nos movimentos e trazer um certo desconforto físico. Inventei a «Dieta do Lopes», que é tão simples quanto isto: diminuir drasticamente os hidratos de carbono. Ao almoço carne ou peixe com salada ou vegetais cozidos, ao jantar uma quantidade pequena e esporádica de arroz ou batata. Certo é que hoje já ia nos 77,5. Sem sofrimento, habituando lentamente o organismo a ingerir menos hidratos, menos comida. Uma asneira ou outra não têm afectado esta lenta descida de peso. Estou quase como o burro do inglês, quando me desabituar de comer, morro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

18 comentários

De Pseudo a 18.02.2016 às 21:58

Conheço alguém de perto que, a esse tipo de dieta, aliou exercícios físico diário de 1 hora. No fim-de-semana do Carnaval, começando na sexta à noite até segunda ao jantar, estragou-se de tal modo que na segunda, depois do cabrito ao jantar, foi parar ao hospital com um xilique (tensão baixa e enfartamento). Homens!

De Fernando Lopes a 18.02.2016 às 22:23

Pseudo, o único exercício que faço é andar a pé ao fim-de-semana. O objectivo é sentir-me mais leve e com maior flexibilidade, não correr a maratona. :)
Termino com um adágio popular «Muito come o tolo, mais tolo é quem lho dá». ;)

De Pseudo a 18.02.2016 às 22:25

Não fui eu!! Foi um fim-de-semana excepcional, a comer fora! Uma coisa descomunal mesmo. :)

De Fernando Lopes a 18.02.2016 às 22:29

«A Grande Farra»? 


https://youtu.be/cuqZlOHnJNw

De Pseudo a 18.02.2016 às 22:42

hahahahah....só comida, mesmo!

De Um Jeito Manso a 18.02.2016 às 22:18

Se me permite, inverta o consumo de hidratos: ao almoço e não ao jantar.
Não é de minha lavra, que não sou nutricionista, mas de uma que consultei quando resolvi perder peso. (E perdi. Infelizmente já o recuperei porque ou há uma disciplina persistente ou, então, a coisa desconcerta-se.) 

De Fernando Lopes a 18.02.2016 às 22:26

É um conselho sábio, dado por muitos nutricionistas. A coisa tem de se tornar num hábito ocasionalmente quebrado, caso contrário o resultado é nulo. O objectivo é ser mais racional a comer, já não tenho ambições em aparecer na «Men's Health». 

De henedina a 18.02.2016 às 22:34

Se era para me dizer que estava com 26 de IMC...bastava ter escrito isso ;). Parabéns! Vá aos 75 kg e pare! 

De Fernando Lopes a 18.02.2016 às 22:54

Henedina, só páro nos 70. Vou contar-lhe um segredo: quero voltar a usar as minhas velhas Levi's tamanho 40 e fatos 50 ou 48. Shiuuuu, não diga a ninguém. :)

De henedina a 18.02.2016 às 23:15

Shiuu não diga mas 73 Kg dá-lhe IMC normal.

De Luís Coelho a 19.02.2016 às 11:16

Caramba, Fernando, o que eu luto para engordar uns quilitos.
O mundo ao contrário

De Fernando Lopes a 19.02.2016 às 13:48

Dava bom dinheiro por um metabolismo como o seu. :)

De pimentaeouro a 19.02.2016 às 12:19

Cuidado com as recaídas, já aconteceu a muito boa gente.

De Fernando Lopes a 19.02.2016 às 13:49

Eu sei, João. É acima de tudo uma questão de disciplina.

De Anónimo a 20.02.2016 às 19:36

Tudo menos tirar o pão...sem ele até me sinto pouco eu, que posso fazer? Talvez seja de já ser semi-alentejana. 
Desejo-lhe sorte ( e a tal da disciplina)
~CC~

De Fernando Lopes a 20.02.2016 às 20:37

A única coisa a que me recuso é a abstinência alcoólica ao fim-de-semana. Durante a semana bebo sempre água, quem me rouba uma boa conversa e uns canecos ao sábado, mata-me. 


Abraço.

De redonda a 21.02.2016 às 01:16

Prefiro uma dieta em que cortemos nas saladas!

De Fernando Lopes a 21.02.2016 às 12:10

Também eu, mas infelizmente não posso. Uma asneira ou outra e a balança olha-me logo com ar acusador. :-(

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback