Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não se pode exterminá-los?!

por Fernando Lopes, 30 Abr 11

Não sei se Carrapatoso, provém de carrapato, deduzir-se-á que um Carrapatoso, é um homem cheio de carrapatos. Definição do dicionário priberam on-line: carrapato - s.m. carraça. O senhor (propositadamente com minúsculas) Carrapatoso é um dos rostos de um think thank liberal, composto de yuppies alienados, que leva o liberalismo às últimas consequências. As propostas do movimento "Mais Sociedade", publicadas ontem no Jornal de Negócios, são aterradoras.
Passo a exemplificar: 

  • "aumento do IVA para possibilitar a redução da Taxa Social Única paga pelas empresas." 
  • "Joaquim Góis defendeu também a privatização de empresas públicas de transporte como forma de resolver o problema das dívidas acumuladas ao longo de vários anos. " 
  • "alterar a idade da reforma, indexando-a ao aumento da esperança de vida, é uma das medidas mais eficazes" 
  • "diminuição do subsídio de desemprego"

Já depois destes "leaks" como diria o pleno de portugalidade, Zeinal Bava, lançados cá para fora para testar a opinião pública, descubro numa magnífica entrevista do emérito João Duque, na SICN, em que diz "se não temos dinheiro para o filme e para as pipocas, temos de optar pelo filme ou pelas pipocas".
Que brilhantismo sr. dr.!! Trinta e sete anos de luta pelo bem-estar de um povo reduzidos a pipocas.Não se pode exterminar estes filhos da puta?! Como carraças, animais que se alimentam do sangue dos outros, não merecem mais do que uma "sprayzada" letal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

8 comentários

De O abominável careca a 30.04.2011 às 12:36

Caro Zé,
Se calhar daqui a uns meses julgo que nem pipocas nem filmes estarão na listas dos pequenos luxos de muitos portugueses. É de estranhar que a opinião pública em geral não se empertigue contra este "Statu Quo" neo-liberal vigente. Agora está na moda ser até ultra-liberal no que toca a questões fracturantes. O que estes "arautos" se esquecem é que pelo andar da carruagem quando não houver 13 e 14 meses, a população fará férias e celebrará na mesma o Natal, vamos é concerteza fazê-lo de outra maneira!
E quando a maior parte do tecido empresarial deste país começar a definhar por falta de vendas, cá estarão estes "cérebros" para concluirem que as suas profecias mais não foram que autênticas falácias...
Um Abraço

De Fernando Lopes a 30.04.2011 às 17:27

Abominável,

Estes tipos parece-me abutres, ainda não estamos mortos, mas eles já sobrevoam à espera que a presa dê o esgar final para se lançarem sobre ela com toda a fúria.
São estes os gestores barra empresários que temos, que só conhecem o empobrecimento e os custo do factor trabalho. Inovação, valor acrescentado, tecnologia de ponta?! Qual quê? Importante é foder os trabalhadores e baixo o custo do trabalho.

Abraço,
Fernando

De E a 30.04.2011 às 22:42

Caro Fernando,

Se repararem bem para estes senhores, eles sao administradores da Vodafone (carrapatoso), do bes (gois) professores universitarios (duque) e por ai, ... senhores estes cujas empresas apresentam brutais lucros porque também mamam dos subsidios do estado (e. formação profissional) ... era encostá-los todas a uma parede e, ...

E

De Fenix a 30.04.2011 às 23:28

Fernando

Há muitos anos alguém me disse que as tragédias humanitárias eram assim como que uma espécie de selecção natural, para manter o equilíbrio da espécie...

Na altura fiquei chocada, e continuo; mas parece que é essa a teoria vigente dos ultra-neo-liberais. Não lhe parece?

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 30.04.2011 às 23:53

Caro E,

Não posso dizer que discorde. O que se passa, como nós bem sabemos, é que em Portugal fabricam-se CEO's por nomeação partidária. Impensável, noutros países onde o CEO normalmente já foi técnico, e subiu os degraus da escada hierárquica. Somos o país dos CEO's instantâneos, como o pudim flan.

Abraço,
Fernando

De Fernando Lopes a 30.04.2011 às 23:59

Ana,

Desculpe a linguagem, mas os filhos da puta, não têm teorias. Nem o darwinismo social. Limitam-se a esmagar quem está por baixo e a beijar o rabo aos poderosos.
São escroques com formação académica, mas sem formação ética.
Este tipo de escroqueria (Carrapatoso, Duque e quejandos), só perseguem um objectivo. Subir.
Nada mais. São uma subespécie do ser humano, pseudo bem-falante, pseudo bem-pensante, resumidamente, pseudo seres humanos.

Abraço,
Fernando

De Anónimo a 09.06.2011 às 15:18

Para quando uma "brigada" para exterminar estes filhos da puta?
Há por aí mais algum voluntário disposto a tudo?

De Fernando Lopes a 09.06.2011 às 16:27

A violência deve ser evitada. Mas pelo andar da carruagem não lhe vão faltar "companheiros de luta".

Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback