Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The Bang Bang Club

por Fernando Lopes, 23 Abr 11

© Kevin Carter

Há imagens que custam a vida. Na quarta feira, 20 de Maio dois fotojornalistas foram mortos em Misurata na Líbia. Há quem morra no local, e há fotos que matam. A foto acima torturou de tal forma o seu autor,Kevin Carter, que este não resistiu, sucidando-se aos 33 anos. Não aguentou a pressão de ter sido apenas espectador neste cenário de horror. Aqui fica, como uma homenagem simples a todos os fotojornalistas. Para saber mais sobre esta profissão e alguns dos seus mais notáveis, o link para o filme The Bang Bang Club.

Autoria e outros dados (tags, etc)

2 comentários

De Fenix a 23.04.2011 às 15:49

Fernando,

Esta profissão tem os seus riscos e a morte destes profissionais não me merece mais respeito do que a morte de um pescador, de um mineiro ou de um operário da construção...

A história desta foto (que eu já conhecia) vem confirmar que mais que a profissão importa a ética do profissional, e não há dúvidas que a algumas profissões é exigido muito mais em termos morais, e esta é uma delas!

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 23.04.2011 às 18:07

Ana,

Não valorizo uma morte em relação a outra. Mas trabalhar em cenários de guerra, além do dilema moral, é de alto risco. A estória trágica deste grupo (apenas um sobrevivente incólume) está muito bem caracterizada (embora romanceada), no filme. Vi o filme, gostei e achei que devia partilhar.

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...