Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dar o braço a torcer

por Fernando Lopes, 12 Mar 11

Fonte: Público Online

A manifestação da "Geração à Rasca", foi, quer se queira, quer não, um  sucesso. Mobilizou, não apenas os jovens, mas muitos outros. O purgatório, sempre apoiou a manifestação mas sempre duvidou dos seus resultados. Mal ou bem está criado o rastilho de uma participação cívica na sociedade portuguesa, porque a manifestação agregou descontentamentos, e esteve muito para além do que se propunha.
Saber admitir que se estava errado também faz parte da democracia.
Chapeau, malta!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

8 comentários

De emanul a 12.03.2011 às 19:33

Fernando,

As intenções podem até ser as mais honestas, mas o que aqui se vê é o resultado da "euforia" do ser Dr ou Eng, não interessa do quê, mas tão simplesmente ter um "canudo", ..., coitados, foram enganados e mais grave ainda, deixaram-se enganar.

O que se vê é uma porção de gente que andou a brincar na escola e a tirar cursos que nada valem porque não ter aplicabilidade que não querem outra coisa que não seja um "emprego" a ganhar "milhares" porque apregoam que tem mais formação superior. Cambada de incompetentes que só sabem olhar para o proprio umbigo. Pois é estão à rasca e lá vão continuar porque continuam a viver em casa dos papás à espera que algo lhes caia do céu ... FAÇAM-SE À VIDA.

Um Abç,

Emanuel

De Fernando Lopes a 12.03.2011 às 19:44

Emanuel,

Na minha humilde opinião é mais do que isso. Pelo que leio e vejo, foi a válvula de escape de toda uma sociedade e não apenas dos jovens.
Agregou descontentamentos vários, e goste-se ou não, com o apoio geral da imprensa ou não, é uma manifestação de desencanto de um país à rasca.
Vale o que vale, mas é melhor do que esperar quieto que nos matem por inanição.

É o que eu penso.

Abraço,
Fernando

De emanuel a 12.03.2011 às 22:22

Fernando,

Tens toda a razão, isto não está nada bem, é um facto que existe familias inteiras no desemprego e logo em desespero, mas também é um facto que muitos licenciados nao querem trabalhar, querem sim um emprego a ganhar bem, esquecendo-se que a vida começa por baixo. Eles não tem culpa em pensar assim, pois foi-lhes incutido que tudo era fáci, pois bastava um canudo qualquer que tudo se resolveria - engano deles. A juntar a isto temos determinadas empresas que apresentam "milhoes" de lucros à conta de muitos destes jovens e de outros menos jovens - como nós - que não passamos que uns "escravos" de uns gajos quaisquer que sabe lá Deus a proveniencia do dinheiro - talvez do sangue de alguns ou da vigarice a outros.

Emanuel

De Fernando Lopes a 12.03.2011 às 22:29

Emanuel,

Sempre fui cínico em relação a esta manifestação. Nunca, que me lembre, houve um apoio tal dos media a uma manifestação. Mas o apoio dos media foi ultrapassado pela necessidade das pessoas se manifestarem.
Os organizadores de um protesto de cariz geracional, foram ultrapassados pelos acontecimentos. Aquilo foi um país à rasca que saiu à rua, não uma geração.
Enganei-me. Há que aceitar quando nos enganamos. Democraticamente.Só espero que este movimento seja mais e mais abrangente e signifique o início de uma participação cívica activa de todos os portugueses, e não se esvazie do que é mais importante. Este sistema não serve. Estes partidos não servem, nem o povo, nem o país.

Abraço,
Fernando

De O abominável careca a 12.03.2011 às 23:48

Caro Zé,
Não sei se feliz ou se infelizmente quando uma concentracção de pessoas e reivindicarem os seus direitos e para ajudar à festa esta iniciativa teve o apoio e a solidariedade do "Biltre" fico no mínimo apreensivo e desconfiado com os seus resultados a médio prazo! Isto é mais ou menos que o BE apoiásse e estivésse com o Pedro Passos Coelho com a missiva das 365 medidas para salvar Portugal! Não auguro nenhum desfecho positivo e conclusivo para este protesto!
Mais em descrente...:)
Um abraço!

De Fernando Lopes a 13.03.2011 às 01:15

Pedro,


Estou a atravessar uma fase Socrática (do outro, o grego), só sei que nada sei. Mas isto de sermos conduzidos pelo directório alemão, já me anda a chatear.

Abraço,
Fernando

De adevidacomedia a 13.03.2011 às 10:25

Foi impressionante, amigo. Nem eu estava à espera. Quanto mais não seja, fiquei com a ideia de que estes protestos já valem um poema do Rágio: eles podem não saber para onde vão, mas sabem por onde é que não querem ir. Pode ser o primeiro passo. Abração

De Fernando Lopes a 13.03.2011 às 12:06

Devida,

Ninguém estava à espera. Foi a primeira vez após as primeiras manifs. do pós-25, que vi um protesto sem classes, sem gerações, sem interesses corporativos.
Completamente orgânico.
Isto deve querer dizer alguma coisa.

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...

  • Henedina

    E tenha...um bom dia!