Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Comprar assinaturas em vez de arte.

por Fernando Lopes, 25 Mai 13

Grande parte da sofisticação que por aí anda é de pacotilha. É assim com a cozinha gourmet, com as provas de vinhos cegas em que pretensos especialistas se espalham ao comprido. Vivemos no tempo do parecer e não do ser, daí que não me surpreenda que variações sobre Paula Rego e Palolo tenham passado incólumes por um enorme crivo de peritos. É tudo falso senhores, porque vocês mesmo são falsidades inexistentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De Alice Alfazema a 26.05.2013 às 08:40

De Fernando Lopes a 26.05.2013 às 11:57

Também há novo-riquismo cultural, oh se há!

De Uma Rapariga Simples a 28.05.2013 às 18:28

Acabo de ler num sítio italiano que uma americana, para ter um rabo mais firme, foi ao mercado nego das cirurgias estéticas e, ao fim de cinco anos de muito sofrimento, acabou sem braços e sem pernas até ao joelho.

Ou seja, há coisas em que não se pode poupar, se não se quiser sair a perder e muito.

De Fernando Lopes a 28.05.2013 às 18:47

E quem é o gajo que aprecia um rabo-prótese?. Vale mais um mole na mão do que dois de plástico a voar...

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback