Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Prova viva.

por Fernando Lopes, 19 Jan 13

"Se estamos a admitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo, então também podemos admitir, pelo mesmo princípio, casamentos entre pais e filhos, entre primos direitos e irmãos."

 

O deputado Carlos Peixoto é prova viva que a consanguinidade gera pessoas com dificuldades cognitivas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De aurora a 19.01.2013 às 21:54

:):)Fez-me lembrar um deputado do CDS que,no início da década de 80,referiu que sexo só para fazer filhos:):):) E andamos nós a manter esta gente!
Abraço

De Fernando Lopes a 19.01.2013 às 22:04

Para ser deputado da nação basta um canino sentido de fidelidade e um neurónio activo. Peixoto só preenche a primeira condição. :)

Abraço.

De O Abominável Careca a 20.01.2013 às 21:10

Boas Noitinhas,

Depois de ler o teu post e as declarações que estão entre aspas, admito que desconhecia o autor de tamanha cretinice. Depois de ír à bíblia do conhecimento, vulgo "Google", lá descobri que o energúmeno só podia ser deputado eleito pelo distrito da Guarda, a dita cretinice foi proferida no longínquo mês de Dezembro de 2009 e que para ajudar à festa pertence a essa instituição partidária com pergaminhos conhecidos desde 1974. Será que houve ninguém a explicar a este "matarruano" a diferença entre escolhas pessoais e simples acto incestuoso?!

Um abraço e bom resto de fds!

De Fernando Lopes a 20.01.2013 às 21:25

Meu caro,

Alguém lhe deve ter explicado, mas ele não percebeu nada. Soube a posteriori</a> que esta pérola era de 2009, mas convenhamos que ciência tão segura como a de Peixoto alcançou o estatuto da eternidade. ;)

Abraço e a luta continua!

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback