Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O namoro

por Fernando Lopes, 9 Jul 11


Lembrei-me disto. Gosto mais da versão original, sem cheiro de jazz e mais minimal. Foi o que se conseguiu arranjar.

Poema do angolano Viriato da Cruz. Letra aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

4 comentários

De Fenix a 09.07.2011 às 21:05

Fernando

Esta música para mim tem um significado especial: reporta-me aos meus tempos de recém-casada (nos "idos" de 76) ainda com a casa quase sem mobília, mas naqueles tempos bastava o amor e uma cabana! ;)

Abraço
Ana

De Fernando Lopes a 09.07.2011 às 22:00

Ana,

Depois disto, tive a ideia de escrever um post pessoal sobre o namoro no nosso tempo. Sem juízos de valor apenas um passeio pela memória de há 30 anos atrás.
Vou ver se consigo escrever alguma coisa de jeito.

Abraço,
Fernando

De O abominável careca a 09.07.2011 às 22:39

Ora Viva!
De facto esta canção é um hino às músicas de amor sem corantes nem conservantes!
A insistência para um futuro compromisso tem um final feliz no final da canção!
Coincidência ou não esta é a minha canção preferida do Sérgio Godinho fugindo a todas as referências da canção de intervenção tão em voga durante os "seventies", da qual nunca fui muito entusiasta...
"E o amor, pá?!"
Abreijos!!!

De Fernando Lopes a 09.07.2011 às 23:03

Abominável,

Welcome back! A versão original era bem mais bonita, mas corri o youtube todo e nada ...
Fica para a próxima!

Abraço,
Fernando

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback