Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quando se passa de marido a parente.

por Fernando Lopes, 22 Out 17

A confissão foi de uma médica, casada há trinta e cinco anos: Sabes, não sei se como homem compreendes isso, mas quando se está casado há tantos anos como eu, já não se olha para o marido apenas como homem, passa já para a categoria de parente.

 

À época pareceu-me uma confissão de desistência, como se não houvesse lugar para amor, sexo, luxúria, quando se está casado há décadas, e tudo se resumisse a uma vida em comum, uma construção conjunta de dois companheiros. Hoje tenho a ideia que as mulheres são tão ou mais vorazes que os homens no que à variedade de parceiros concerne. É satisfação suficiente que a nossa companheira de décadas nos deseje sexualmente, não estou certo que o inverso seja verdade.

 

Se me parece mais ao menos consensual que uma relação se vai tornando mais de companheirismo e menos de desejo pelos terríveis mecanismos da idade, tenho para mim que se as prioridades femininas não fossem tão diferentes das nossas seríamos descartados a um ritmo de fazer Zsa Zsa Gabor parecer uma noviça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds