Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rouba, mas faz obra.

por Fernando Lopes, 29 Set 17

Domingo será dia de autárquicas. As eleições de carácter regional revelam podres e virtudes da política como mais nenhumas. Temos uns tipos de quem se suspeita vagamente, outros que alteram o PDM a favor de interesses esconsos, os que ofereciam electrodomésticos, e, para completar o ramalhete, caciques e dinossauros. Sobre muitos dos candidatos à reeleição paira o espectro da suspeita, nunca se saberá se justificada. Outros, como muitos presidentes de junta, dão todos os dias o melhor de si em prol da população que os elegeu. Esqueçamos os vigaristas, procuremos eleger gente competente e séria. Há muito que devíamos ter ultrapassado o síndrome oeirense: «rouba, mas faz obra».

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • alexandra g.

    Sem,de todo - que fique claro, ao contrário daquel...

  • Fernando Lopes

    CC, tem alguma razão, mas apenas lhe posso falar d...

  • Fernando Lopes

    O toque pode ser uma forma de exprimir afecto, pod...

  • Fernando Lopes

    Há uma fronteira, muito vezes ténue, entre corteja...

subscrever feeds