Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Profetas.

por Fernando Lopes, 13 Jan 17

A turba gosta do sentimento de pertença, vai daí afadiga-se a militar em associações várias, de clubes a partidos, passando por sindicatos, associações culturais e recreativas, clubes de golfe, religiões esotéricas ou nem por isso. Talvez por ter sido descartado pelos meus pais desde os três meses de idade, nunca a nada pertenci. Gosta o maralhal de se sentir parte de algo maior que si mesmo, transformando a pólis de cidadãos em algo muito similar a rebanho. Todo o grémio precisa de pastor, logo surgem bem intencionados, falsos profetas, charlatães, manipuladores, e espécies variadas, que ao que dizem, trabalhando em prol da cáfila, se abocanham ao maior pedaço. Que as sanguessugas façam pela vida é normal, da sua natureza. Pasmo perante a adulação dos cretinos que, enganados, roubados, secundarizados, seguem alegremente o líder, acriticamente incensando quem chegada a hora se deles descartará como se enxota incómodo muscídeo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • alexandra g.

    Sem,de todo - que fique claro, ao contrário daquel...

  • Fernando Lopes

    CC, tem alguma razão, mas apenas lhe posso falar d...

  • Fernando Lopes

    O toque pode ser uma forma de exprimir afecto, pod...

  • Fernando Lopes

    Há uma fronteira, muito vezes ténue, entre corteja...

subscrever feeds