Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Empreendedorismo.

por Fernando Lopes, 21 Mar 16

Eu, que detesto os tiques da moda em que qualquer taberneiro com uma tasca de look vintage passou a empreendedor, tive uma ideia de negócio. É verdade, não consigo vender um gelado em África ou um aquecedor no Árctico, mas tive uma pulsão empreendedora.

 

Dentro em breve com os juros a taxa 0, as poupanças dos portugueses passarão a ser «desremuneradas», isto é, um depositante faz uma promissória de 10.000 euros e após um ano terá 9.990, dez euros subtraídos por despesas de manutenção.

 

É aqui se inicia a minha ideia. Mandar fabricar cofres para que os forretas tenham o dinheiro em casa. Que ninguém duvide que a manterem-se estas taxas de juro a venda de cofres irá aumentar vertiginosamente.

 

Esta é a parte um. A parte dois é num acordo de larápios, combinar com os chineses que construirão o meu cofre um segredo comum. Em regime de outsourcing subcontrataremos uma equipa de ladrões capazes que se encarregarão de aliviar a clientela de tudo o que forem jóias, ouro em medalha ou barra, deixando intocado o dinheiro. Dada a singularidade do procedimento, antes que alguém associe a marca aos roubos já teremos uma poupança capaz de nos deixar uma meia-dúzia de anos nas Caraíbas de papo para o ar.

 

Agora digam lá que não tenho futuro nessa coisa do empreendedorismo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Genny

    Fico sempre com uma sensação de impotência.

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...

subscrever feeds