Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Momentos filiais.

por Fernando Lopes, 23 Fev 16

Passar dos cinquenta tem os seus aspectos divertidos. Raparigas jovens, entre os vinte e trinta e cinco passam a vida a dar-me conselhos. Olhando e vendo uma figura paternal e bem-disposta abrem o livro da boa palavra e conduzem-me caminho mais seguro. É vulgar, do café ao restaurante, recomendarem algo que «não faz mal», que «devia ter cuidado» com isto ou aquilo. Sorrio, agradeço o conselho. Nenhuma é tão divertida quanto a da tabacaria. Quando não estão mais clientes no estabelecimento adverte-me sempre para a urgência de deixar de fumar. Alertei-a para o paradoxo. É idêntico a um talhante que recomende redução do consumo de carne, um dealer que me alerte que a droga faz mal, uma prostitua que diga que a abstinência fará maravilhas pela minha saúde.

 

- Compreendo-a, mas pense que quanto mais cigarros vender melhor será para si.

- Não digo isto a todos os clientes, e o facto de vender tabaco não me inibe de discordar com a comercialização.

 

Toma lá, que é para aprenderes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    João, a bicha é surda, foi um pequeno milagre o fa...

  • pimentaeouro

    Parabéns Branca és uma sortuda. Põe o teu dono a f...

  • Fernando Lopes

    Eh pá, nos contras diria que não é um cão. Nos pró...

  • Genny

    Tão gira!Mas confessa...já estás rendido à gata, n...

subscrever feeds