Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sai a múmia, sobe a palco o entertainer.

por Fernando Lopes, 13 Out 15

Como nunca votei na múmia Cavaco também o não farei em Marcelo. Enquanto a múmia abdicava dos 6.523,93 euros vencimento da presidência por uma reforma de cerca de 10.000 euros  mensais, tinha um ataque de alzheimer e falava em 1.300 euros para as despesas, um beto de Cascais usa isso como dinheiro de bolso. Enquanto o primeiro nunca saiu dos sapatos de pobre, «bem integrado no regime», Marcelo exercia a rebeldia dos bem-nascidos na ala liberal do regime marcelista. Enquanto o primeiro tem sempre um talher enfiado no cu, come de boca aberta e tem um problema de dicção, o outro é um comunicador nato, tudólogo encartado, adulado pelos media. Ambos intriguistas natos, um inventa microfones e escutas, outro jantares que nunca existiram e descreve-lhes o menu. De uma coisa estou certo, a presidência de Marcelo será infinitamente mais urbana e muito mais divertida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds