Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sou uma espécie de Dra. Ruth.

por Fernando Lopes, 11 Jun 15

Já aqui escrevi, que por algum estranho motivo, não há cão ou gato que não venha ter comigo quando o problema se refere a assuntos do coração. Serei um bom ouvinte, mas não sou racional ou sensato, antes fortemente emocional.

 

Homem de relações duradouras e com uma variedade tão escassa de parceiras sexuais que 90% dos miúdos do 9º ano me batem aos pontos. A questão é simples: porquê eu?

 

De qualquer modo decidi iniciar uma rubrica do género «Tu perguntas, o Fernando responde». Podem colocar-me as questões que quiserem, responderei o melhor que souber. A ver se estas almas penadas perdem a mania que estou qualificado para conselheiro sentimental.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • alexandra g.

    Sem,de todo - que fique claro, ao contrário daquel...

  • Fernando Lopes

    CC, tem alguma razão, mas apenas lhe posso falar d...

  • Fernando Lopes

    O toque pode ser uma forma de exprimir afecto, pod...

  • Fernando Lopes

    Há uma fronteira, muito vezes ténue, entre corteja...

subscrever feeds