Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sexo e a meia-idade.

por Fernando Lopes, 23 Mai 15

Há uns anos, um homem da minha idade, no dealbar da perda das suas capacidades sexuais, comprava um descapotável. Antes do Viagra, Cialis, e outras drogas do género, a pose de macho maduro e bem de vida seria suficiente para os tranquilizar. O envelhecimento e a perda progressiva de capacidade sexual é tema de que nenhum homem fala. Ontem por vergonha, hoje porque a química ultrapassou esse problema. Porque o apelo ao vigor, à juventude como valor único, nos entra pela casa dentro, seja pela publicidade ou socialmente imposto, ninguém quer admitir que está a envelhecer, principalmente a nível sexual.

 

É agora comum ver homens da minha idade mandar piadas laterais a mulher de 40 porque «são demasiado velhas». A minha geração é a primeira a quem é proporcionada a possibilidade de ser reprodutor quase ad aeternum.

 

Seria normal, aceitável, desejável até, se fosse para prática e consumo caseiro. Acontece que este «milagre» faz com que muito boa gente perca a noção do ridículo, deixe mulher e filhos para viver uma juventude falsa em que se faz acompanhar de pitas de 20 anos, com uma virilidade plástica comprada na farmácia.

 

Não sou moralista, cada um vive a sua vida como quiser, acho normal que homem mais velho se apaixone por mulher mais nova ou mulher madura por rapagão. Amamos pessoas, não idades. Não acho sensato que se mande uma vida a dois às urtigas apenas porque uma pílula nos permite ter erecções como há 30 anos. E há tanto disso por aí que já começa a ser praga. Não tardará o tempo em que séniores terão falos entumecidos sem estarem absolutamente seguros sobre o que fazer com eles.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Henedina

    Expert :)

  • Henedina

    Minto, também na Índia. Como acompanhava o bandola...

  • Henedina

    Só passei uma noite no Dubai. Gosto mais de nature...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Genny.Enorme, enorme, abraço.

subscrever feeds