Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

«Lixado» a qualquer hora.

por Fernando Lopes, 24 Abr 15

lixados.jpgO Filipinho e os negócios de lixo

 

A fúria privatizadora há muito atingiu todos os sectores da nossa sociedade. Existe a presunção, certamente comprovada por valorosos estudos encomendados, que qualquer cão e gato do privado faz melhor e mais barato que o público.

 

Passou-se com os lixeiros, que no Porto há muito passaram para uma empresa privada de seu nome SUMA. Em tempos idos a recolha do lixo em camiões era feita preponderantemente à noite. Conheço até um pequenote que sonhava ser lixeiro só para poder sair tarde e a más horas. Acabou licenciado em Gestão.

 

Hoje, a recolha do lixo é quando a SUMA quiser. Já acordei às 6:00 com um camião que fazia um barulho semelhante a um tremor de terra, a despejar centenas de garrafas bem por baixo do meu modesto 3º andar. Porto, Damião de Góis, 8:40 da manhã. Um desses veículos ocupa uma faixa de trânsito a fazer carregamento de lixos vários, entupindo uma artéria já de si frequentemente congestionada.

 

Em verdade te digo pancrácio Presidente da Suma, com o meu feitio bilioso, se um dia te apanho a jeito, levas um murro nas ventas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • alexandra g.

    Sem,de todo - que fique claro, ao contrário daquel...

  • Fernando Lopes

    CC, tem alguma razão, mas apenas lhe posso falar d...

  • Fernando Lopes

    O toque pode ser uma forma de exprimir afecto, pod...

  • Fernando Lopes

    Há uma fronteira, muito vezes ténue, entre corteja...

subscrever feeds