Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Salva-me.

por Fernando Lopes, 14 Dez 14

Salva-me dos demónios que me perseguem, da prisão que me cerca com grades de pretensa normalidade, das manhãs de luz onde só antevejo breu. Salva-me desta angústia impressa na alma, da voz que constantemente me diz «estarias melhor morto». Salva-me do mundo, de mim. Acolhe-me e serei teu súbdito dedicado e obediente, amante fiel. Salva-me com o poder do teu abraço, candura de amante experiente, olhar dedicado. Salva-me, porque preciso de ser salvo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds