Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caminho à noite.

por Fernando Lopes, 17 Nov 14

tucuman.jpgImagem: Acción Poética Tucuman

 

Saio todas as noites à tua procura sabendo que não te vou encontrar. Percorro ruas e avenidas, pequenos becos, locais burgueses e operários. Às vezes demoro a observar o teatro de sombras nas janelas tentando antever-te. Porque te procuro? Porque se demanda a luz? Porquê encontrar a outra metade de nós? Sei que não vou ser bem-sucedido e não desisto.Vejo-te com uma criança pela mão, encostando a cabeça a ombro protector. Inicio uma corrida e logo paro, incapaz de aceitar que não existes, que és de alguém, que não passas de um logro. E no entanto procuro-te, o meu verdadeiro e único amor, porque no dia em que desistir de te encontrar terá morrido em mim a esperança. Por isso continuo, caminho à noite, tentando encontrar-te.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    É a nossa obrigação, Inês. Impensável ter um anima...

  • Inês

    E o contente que eu fico por saber que há mais um ...

  • Genny

    O Natal está aí à porta. Começa a introduzir esse ...

  • Fernando Lopes

    João, a bicha é surda, foi um pequeno milagre o fa...

subscrever feeds