Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sou o gajo que não queres ter.

por Fernando Lopes, 1 Nov 14

Sou o gajo trocado, que ri quando todos choram, chora quando os outros riem.

Sou o gajo que se embebeda, abraça os sujos, beijas as putas.

Sou o gajo que passa da euforia à depressão enquanto o diabo esfrega um olho.

Sou o gajo que leu que Wittgenstein percorria os bosques de Viena para ser sodomizado violentamente e não acha isso cool mas nojento.

Sou o gajo que vai a correr ajudar alguém em dificuldade e esquece que existes.

Sou o gajo que diz palavrões a toda a hora e te envergonha em «situações sociais».

Sou o gajo fracassado, que nem matar-se consegue.

Sou o gajo marado, que pára para ajudar a velhinha e oferece porrada ao taxista.

Sou o gajo que se esquece da idade e dança freneticamente, como uma criança, embaraçando-te.

Sou, definitivamente, um caso perdido, o gajo que não queres ter.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds