Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gelados.

por Fernando Lopes, 3 Jul 14

Vou-me convencendo que não sou deste tempo, não cesso de me espantar com minudências. Passo por uma confeitaria e olho estupefacto para a enorme quantidade de gelados disponíveis. Quando era criança um gelado era um bem raramente consumido, partilhávamo-lo com os amigos, o célebre «dá cá uma chupa». Só havia uma marca e o catálogo era composto por quatro ou cinco produtos: o Epá, de leite com uma chiclete no fim, o Supermaxi, clássico de leite com cobertura de chocolate, o Perna-de-Pau, com os componentes do anterior e abrilhantado por umas tiras de morango, os de laranja e ananás. Na lista de hoje contei mais de trinta! Era fácil optar porque o dinheiro era pouco e a escolha ainda menos. Hoje os meninos ficam estarrecidos com tanta oferta, e a simples escolha do gelado eleito pode demorar uns bons 15 minutos. Aburguesámo-nos, tornámo-nos pretensiosos, pasmamos com a infinidade de oferta quando temos de comprar uma máquina de lavar roupa, uma torradeira, um computador. Ao menos nos gelados não podiam ter mantido a coisa simples para não baralhar as crianças?   

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Genny

    Fico sempre com uma sensação de impotência.

  • Fernando Lopes

    Um facto alegre, não deve cegar para os problemas ...

  • Anónimo

    Um desabafo triste num dia que, para mim também, d...

  • Fernando Lopes

    Obrigado, Henedina. Reúno uma qualidade essencial ...

subscrever feeds