Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Doces de Natal.

por Fernando Lopes, 15 Dez 13

Dizia uma senhora milionária de quem a avó era modista, esta frase lapidar sobre os doces de Natal:


- Sabe D. Conceição, para os pobres o Natal é pôr açúcar em tudo.


Pese o pedantismo da madame, morta de overdose quando as drogas eram só para ricos e os pobres apenas faleciam de cirrose, tal é absolutamente verdade. Só pobres se lembrariam de fritar pão e colocar açúcar no topo, adoçar massa e arroz. Pese embora as minhas origens modestas, terceiro de uma geração de amanuenses, dos doces de pobre apenas me ficou o gosto pelas rabanadas, com um molho secreto, que passa de geração em geração como segredo de alquimia. Só as como em casa e apenas com esse molho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds