Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amor de longa duração.

por Fernando Lopes, 5 Dez 13

Fazendo parte de um casamento longo de vinte anos, consigo compreender porque muita gente se separa. Uns precisam de viver com a constante adrenalina da paixão; é uma coisa bonita mas com duração limitada, pelo que os passion junkies vão saltitando de amor em amor. Uns felizes, alguns nem por isso, vivem entre o estado de graça do enamoramento e a depressão do fim. Outros habituaram-se à liberdade, ao seu tempo e modo e deles não querem abdicar. Ora o amor, principalmente o de longa duração, é um constante jogo de luta, conquistas e cedências em que temos de dar um pouco de nós para fazer feliz o outro. Não há paixões eternas, mas há amores que duram uma eternidade. Querem partilhar sentimentos, análises à séria, experiências? A caixa de comentários está sempre aberta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds