Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

D. Fernanda.

por Fernando Lopes, 17 Jul 13

Durante as férias escolares, como tenho a sorte de morar perto do local de trabalho, aproveito para ir a pé. Tal altera-me as rotinas, inclusive o local onde tomo o pequeno-almoço. Na Av. de França, junto ao metro, está um café/confeitaria onde costumo parar. À frente de uma enorme máquina de café está a D. Fernanda, que, naquela hora atribulada, distribui cafés e similares por todos os clientes. Vê-la trabalhar é um gosto. Parece uma maestrina, gestos precisos, memória infalível, sorriso aberto, enquanto, com precisão cirúrgica, responde aos pedidos mais estranhos. “Pingo em chávena de vidro e com espuma!” – ouvi hoje.

 

Quanto frequento regularmente um estabelecimento, não pretendo familiaridade, mas atenção enquanto cliente. Hoje, por pura maldade, fiz um teste à senhora. Recorde-se, já lá não passava desde Agosto do ano passado. Pus-me ao balcão e olhei. Após breve hesitação diz-me “meia de leite morna e pão com manteiga, certo?”  Sorri, agradeci e elogiei-a pela fabulosa memória.

 

Todas as profissões são belas se exercidas com o carinho, empenho e profissionalismo que a D. Fernanda coloca nos seus cafés, pingos e meias de leite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    E dizemos isto como se tentar ser boa pessoa fosse...

  • pimentaeouro

    Assino por baixo.

  • Fernando Lopes

    É a nossa obrigação, Inês. Impensável ter um anima...

  • Inês

    E o contente que eu fico por saber que há mais um ...

subscrever feeds