Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ler.

por Fernando Lopes, 29 Mar 13

Facto é que Trevisan nunca foi homem de modas. Para desespero dos editores, neste tempo de volumes de 700 páginas de muita parra, ele conta as suas histórias com extrema secura e economia, cada frase como que a explodir de tensão, significado e mau prenuncio. Não são histórias para divertir, antes convidam ao recolhimento, à introspecção, e por vezes a um saudável susto.

 

no prefácio escrito por J. Rentes de Carvalho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Eh pá, nos contras diria que não é um cão. Nos pró...

  • Genny

    Tão gira!Mas confessa...já estás rendido à gata, n...

  • Fernando Lopes

    Croissant, meu caro, mas como o povo não sabia fra...

  • Carlos A. de Carvalho

    Que raio são coraças ? Como vou estar por aí a sem...

subscrever feeds