Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ler.

por Fernando Lopes, 29 Mar 13

Facto é que Trevisan nunca foi homem de modas. Para desespero dos editores, neste tempo de volumes de 700 páginas de muita parra, ele conta as suas histórias com extrema secura e economia, cada frase como que a explodir de tensão, significado e mau prenuncio. Não são histórias para divertir, antes convidam ao recolhimento, à introspecção, e por vezes a um saudável susto.

 

no prefácio escrito por J. Rentes de Carvalho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    As pessoas devem poder vestir-se como lhes apetece...

  • Henedina

    Nos EUA é McCartismo

  • Henedina

    Algum bom senso na indumentária?..'Humm

  • alexandra g.

    Sem,de todo - que fique claro, ao contrário daquel...

subscrever feeds