Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Balanço.

por Fernando Lopes, 21 Fev 13

Não amadureci, não sei o que persigo, nunca tive nenhum projecto. Nunca fiquei satisfeito com nada do que faço, digo, escrevo ou penso. Fui feliz algumas vezes, miserável a maior parte do tempo. Sou o mesmo rapaz de sempre, aprisionado num corpo de meia-idade. Adormeço com os meus fantasmas, desperto com o desassossego. Tempo de balanço, tempo de saber que, no essencial, nada mudou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Eh pá, nos contras diria que não é um cão. Nos pró...

  • Genny

    Tão gira!Mas confessa...já estás rendido à gata, n...

  • Fernando Lopes

    Croissant, meu caro, mas como o povo não sabia fra...

  • Carlos A. de Carvalho

    Que raio são coraças ? Como vou estar por aí a sem...

subscrever feeds