Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cala-te, ó Fernando!

por Fernando Lopes, 6 Fev 13

Questionado por Ana Drago sobre o cuidado que se deve ter com afirmações como as de Ulrich sobre os sem-abrigo quando se aufere uma remuneração de 60.000 euros/mês, o ofuscante banqueiro disse algo do género:

"Preocupam-se com as minhas remunerações e não com as do Jorge Jesus, se calhar é porque isso tira votos."

Eu explico: a teu lado, o príncipe da Reboleira é um modelo de contenção verbal e demonstra a mais fina sensibilidade social. Tu, Fernando, não passas do Jorge Jesus da banca, assim a modos que para pior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Optimismo na parede.

por Fernando Lopes, 6 Fev 13

algures na zona do Bom Sucesso. Pela segunda vez, no espaço de uma semana, mensagens em espanhol. Emigro para onde os prados são mais verdes, ou acredito em coincidências?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds