Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A forma como se luta.

por Fernando Lopes, 17 Jan 13

No escritório entre CDs velhos, de programas inúteis que me recuso a deitar fora, uma estante tripla, tão sobrecarregada que parece um velho com as costas redobradas, máquinas de ginástica que a minha mulher nunca usa, um monte de edredões e roupa que já não serve à filhota e que, por estranha razão, se recusa a auto arrumar, procuro um livro que o pai me ofereceu. Há 40 anos atrás, a minha professora primária insistiu em que fizesse duas classes num ano. Para passar da 2ª à 4ª, teria de fazer um exame na escola oficial com a nota mínima de Bom. Convenceu todos que este salto maior que a perna era possível. Não fui suficientemente bom, não passei para a 4ª classe com 8 anos. Um drama, que o pai procurou atenuar oferecendo-me um livro. Não o consigo encontrar no meio de todos os outros, mas a dedicatória era mais ao menos assim:

 

"Nem sempre se perde o melhor, muitas vezes perde-se o pior. Um homem não se avalia pelo que ganha ou perde, mas pela forma como luta. Por isso, luta com o mesmo entusiasmo. Pai"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Eh pá, nos contras diria que não é um cão. Nos pró...

  • Genny

    Tão gira!Mas confessa...já estás rendido à gata, n...

  • Fernando Lopes

    Croissant, meu caro, mas como o povo não sabia fra...

  • Carlos A. de Carvalho

    Que raio são coraças ? Como vou estar por aí a sem...

subscrever feeds