Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

À escuta.

por Fernando Lopes, 18 Out 12

Doente, fiquei em casa. Sozinho, pus-me à escuta. Ao longe a sirene de uma ambulância. O ladrar do cão das vivendas em frente. O choro de um bebe. Alguém, por cima, usa um aspirador. Sente-se o elevador em movimento, caminhar, o som abafado de uma porta a bater. Estamos sempre a criar o nosso ruído, temos necessidade de ligar rádio, televisão, falar, nem nos damos tempo de ouvir os outros. No prédio, como na vida, às vezes é melhor escutar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

  • Fernando Lopes

    Filipe, estou em dívida contigo. A vida não tem es...

  • Anónimo

    Já estava na iminência de pedir à PJ a emissão de ...

  • Fernando Lopes

    Gábi, não sou insensível ao drama da deslocação do...

  • redonda

    eu não vou chamar, nada primeiro porque estou muit...

subscrever feeds