Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O GPS transforma-me num pateta!

por Fernando Lopes, 13 Jul 12

Raramente faço longas viagens de carro, muito menos para destinos que conheço mal. Não sou pois  possuidor de um destes aparelhos, recorrendo sempre à técnica do crava cada vez que empreendo jornada mais longínqua.

 

Quando ligo o zingarelho e programo o local de destino, a minha vontade e discernimento esvaem-se. Sou uma espécie de zombie comandado por uma voz feminina que me diz evidências como:

 

- A seguir, saia na saída.

 

Onde é que tu querias que eu saísse Maria Amália, na entrada?

 

Preocupo-me com as indicações de um forma estranha.

 

- Na rotunda saia na segunda saída.

 

É o que faço, perdendo a capacidade de olhar para as tabuletas e seguindo as ordens da máquina como se esta fosse um Deus. Se o GPS me mandasse contra uma parede, fá-lo-ia convencido de estar a seguir o caminho correcto. Esta estranha dependência, quase transformada em fé, tornam-me num estranho condutor, comandado por superior voz emitida a partir da caixinha. Sou só eu que tenho este estranho comportamento face a esta tecnologia ou farei parte de algo mais global, uma espécie de discípulos do GPS?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas:

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Feedback

subscrever feeds